Balneário Camboriú comemora 50 anos

O município está de aniversário no próximo domingo

Balneário Camboriú comemora 50 anos de fundação no próximo domingo dia 20/07. Para celebrar a data, foi organizada uma programação especial de entretenimento, arte, música e teatro por toda a cidade.
Os eventos ocorrem até o final de julho.  A programação tem entrada gratuita e classificação livre. Detalhes estão disponíveis no site especial de aniversário.

Artes visuais

Até o dia 31 de junho, o público pode conferir a exposição gratuita de quadros “Balneário Camboriú, nossa paixão”. Feitos por alunos do curso de pintura em tela da Fundação Cultural, as obras estão expostas no Atlântico Shopping, na Avenida dos Estados. Para quem gosta de fotografia, a exposição “Cenas do cotidiano: a vida de quem mora aqui” ocorre no Balneário Camboriú Shopping até o dia 20 de julho.

Música e Teatro

Nesta terça-feira (15), às 19h, o projeto “Oficina de Jazz e Ginástica Rítmica” ocorre no Teatro Municipal Bruno Nitz. Já na quarta (16), às 20h30, o Grupo de Dança Recriarte fará a apresentação musical “Rock Nacional: uma breve história”. Na quinta-feira (17), o Sesc organiza uma apresentação de teatro no local.

Festival

Na sexta-feira, uma mostra de artes integradas ocorre na Praça Almirante Tamandaré, a partir das 19h. Um show da banda da Apae fará a abertura do evento. Às 20h, está previsto show da banda Joey Soul. A Orquestra Sinfônica da cidade fará apresentação às 21h.
A cidade ainda realiza um festival gastronômico chamado ‘Balneário Saboroso’. Participam 26 restaurantes que comercializam pratos por um valor tabelado até o dia 27 de julho.

Homenagem e Selo Especial

Na segunda-feira (14/07), o Teatro Municipal Bruno Nitz foi palco da entrega da homenagem “Comenda do Sol” a representantes do primeiro prefeito eleito de Balneário Camboriú, Higino João Pio, morto pela ditadura militar em março de 1969. Na ocasião também foi lançado o Selo Especial do Cinquentenário.

 

Balneário Camboriú tem 8 dos 10 maiores prédios do país em construção

Município tem oito dos dez maiores prédios em construção do Brasil

 

Assim que soube que teria um dos maiores prédios do Brasil na cidade, o empresário André Guimarães Rodrigues, de Balneário Camboriú, correu para comprar uma unidade e não hesitou em adquirir a cobertura, no 66º andar. No prazo de três anos, ele deixará um apartamento no 14º andar para morar a cerca de 237 metros do solo, no Infinity Coast, que será o segundo prédio mais alto do Brasil. A busca pela altura e exclusividade são estratégias das construtoras em uma disputa que está só começando. Nos próximos anos, a cidade deve ter oito dos dez empreendimentos mais altos do país.

Os projetos se concentram em duas construtoras: a FG Empreendimentos e o Grupo Pasqualotto. A FG é responsável por seis edifícios entre os mais altos do país, inclusive o maior deles, o One Tower, um gigante de 280 metros de frente para o mar. Apesar do investimento figurar entre os mais altos empreendimentos do país, a empresa não gosta de falar no assunto. Por meio da assessoria de imprensa, informou que não se manifesta sobre o tema, pois não “pretende usar a altura como marketing”.

Pasqualotto não descarta o projeto de prédios ainda maiores que o Yachthouse, que nas últimas contas da construtora deve alcançar 253 metros e assumir o segundo lugar na disputa pelas alturas do país. A Embraed, apesar de não aparecer no ranking dos mais altos em obras, ergueu o Villa Serena, atualmente o residencial mais alto do Brasil, com duas torres de 160 metros.

A Embraed se orgulha por ser pioneira e estabelecer um novo sistema construtivo que possibilitou o projeto e execução do Villa Serena. A obra é um marco na região e abre a possibilidade para o desenvolvimento de projetos ainda mais altos — explica Rodrigo Cequinel, diretor comercial da construtora.

O secretário de Planejamento da cidade, Auri Pavoni, defende que os gigantes atendem a uma demanda do mercado. Os clientes não querem apartamentos de fundo e buscam, no máximo, dividir o andar com um vizinho. Como no atual Plano Diretor não há restrição de altura, apenas de número de apartamentos por terreno, a saída encontrada foi investir em menos unidades por andar, todos de frente para o mar. A falta de terrenos disponíveis também impulsiona o fenômeno. A cidade é uma das menores em área no Estado, com apenas 46 quilômetros quadrados.

Voo de helicóptero para conquistar cliente

Para vender os apartamentos nas nuvens é preciso ir às alturas, literalmente. A construtora Pasqualotto utiliza seu helicóptero para buscar clientes e mostrar um pouco da cidade. Eles posicionam o cliente na altura que deve ter o prédio para proporcionar a visão que ele terá da janela do apartamento.

Estratégias como essas são necessárias para atrair clientes mais exigentes e que buscam empreendimentos de alto padrão. Um levantamento divulgado pelo Sinduscon de Balneário Camboriú em 2013 mostra que 46% dos apartamentos da cidade custam mais de R$ 1 milhão.

O preço do metro quadrado também evidencia isso. Em Balneário, em empreendimentos de frente para o mar, o metro quadrado da área total sai de R$ 10 mil a R$ 12 mil — em Florianópolis, por exemplo, a média em Jurerê Internacional é de R$ 8 mil.

 Para quem não tem medo de altura e quer algo exclusivo, é ideal.

Dicas para locar um imóvel

 

A procura por uma moradia é sempre uma situação que requer muito cuidado. E, alugar um imóvel é uma questão que gera muitas dúvidas ao consumidor.

Ao escolher um imóvel o consumidor deve levar em consideração a infra-estrutura de serviços prestados na redondeza (supermercados, feiras, farmácias, hospitais, escolas etc.) e os meios de transporte que servem a região.

Antes de assinar o contrato é necessário fazer uma relação, em duas vias (termo de vistoria) das condições gerais do imóvel, como pintura, vidros, portas, janelas, instalações elétricas e hidráulicas. Esta deverá ser protocolada junto à imobiliária ou à administradora, ficando uma via de posse do inquilino. Qualquer alteração ou reforma no imóvel depende de prévia autorização, por escrito, do locador. No documento devem constar o serviço a ser executado, custos, aprovação dos órgãos competentes e responsabilidades, desta forma o morador evitará que seja alegada infração contratual. Sendo o imóvel integrante de um condomínio, verifique as exigências e/ou restrições, principalmente no tocante à fachada externa.

O IPTU é de responsabilidade do locador (proprietário) mas poderá ser repassado para o inquilino se for acordado no contrato de locação.
Em caso de imóvel com ligações de água e/ou luz conjunta com outras casas no mesmo terreno, exija que conste no contrato a forma e a proporção do pagamento.

No contrato é necessário constar nome e qualificação do locador, locatário e fiador, se houver; descrição e endereço do imóvel locado; valor do aluguel, índice e periodicidade do reajuste (atualmente a correção é anual); forma, local e data de pagamento; modalidade de garantia; discriminação dos encargos a serem pagos; destinação do imóvel – residencial, não residencial ou comercial; data do início e prazo de locação ; valor da multa em caso de rescisão contratual e, finalmente, o termo de vistoria que deve ser anexado ao contrato.

O pagamento do aluguel deve ser efetuado referente ao mês vencido. O proprietário só poderá pedir o aluguel antecipadamente se não houver garantia locatícia envolvida na negociação, ou em locação para temporada. Nunca deixe de exigir recibo discriminando o valor da locação e dos encargos (água, luz, condomínio, IPTU etc.).

Se o proprietário vender, transferir ou ceder o imóvel que estiver no prazo determinado do contrato a permanência do inquilino no imóvel estará garantida durante este período desde que, no contrato, conste cláusula de vigência para o caso de venda e esteja registrado em Cartório de Registro de Imóveis.

Caso o inquilino deseje sair do imóvel antes do término do prazo da locação contratada, ele terá que pagar a multa pactuada proporcionalmente ao período restante. A obrigatoriedade da multa só não existirá se a rescisão do contrato for em decorrência de transferência de emprego para outra localidade, feita pelo empregador. Neste caso, o proprietário deverá ser notificado com, pelo menos, 30 dias de antecedência.

Ao desocupar o imóvel o inquilino deverá, além de realizar nova vistoria acompanhado do proprietário ou de seu representante legal, devolver as chaves mediante uma carta protocolada junto à imobiliária ou ao proprietário. Desta forma ele estará se isentando de possíveis problemas (alegação de não recebimento da chave o que possibilita ao proprietário a continuar cobrando o aluguel, invasão de terceiros etc.).

DESPEJO

O locador poderá solicitar judicialmente o imóvel, no caso de contratos negociados por período inferior a 30 meses e que estejam no prazo indeterminado (após o término de vigência), para uso próprio, do cônjuge, dos pais ou dos filhos (desde que não disponham de imóvel residencial próprio); para demolição e edificações aprovadas; ou para obras que aumentem a área construída em, pelo menos, 20%.

Quando o inquilino deixa de efetuar o pagamento do aluguel ou dos encargos da locação (condomínio, água, luz etc.), o locador poderá entrar com uma ação de despejo. Nesses casos, o locatário sendo citado, terá prazo de 15 dias para contestar esta ação ou pedir para o juiz designar data para ser depositado o aluguel (purgação de mora). Em ambos os casos há a necessidade de se constituir um advogado.

Aluguel de temporada

Dicas para não ter suas férias frustradas em Balneário Camboriú/SC

 

Você passa tanto tempo se dedicando ao trabalho e aos estudos, e enfim chega o momento tão esperado: férias! É claro que na sua cabeça só existem planejamentos positivos, como escolher o melhor roteiro e aproveitar ao máximo a sua viagem.

A ideia aqui, vamos deixar claro, não é desanimá-lo, mas sim lembrá-lo de que todo este entusiasmo pode acabar ofuscando a sua atenção em relação a alguns pontos de extrema importância, que irão lhe garantir férias tranqüilas. Acredite: o número de problemas enfrentados e golpes aplicados a turistas é relativamente grande no País.

Antecipe a sua decisão para evitar dores de cabeça

Alugar uma casa não é uma tarefa muito simples. A recomendação é de que nunca devemos fechar nada sem visitar antes. Muitos alugam imóveis por telefone, e quando chegam ao local, acabam se decepcionado com o que encontram. Obviamente, com uma agenda um pouco mais apertada, visitar o imóvel antes de alugar parece impossível, ainda mais se o local for muito distante.

O melhor a fazer neste caso é receber indicações de quem já alugou o imóvel, ou de algum parente ou amigo que conheça bem a região. Se você quiser alugar por mais tempo, ou seja, para todo o inverno ou mesmo para um ano inteiro, não há o que questionar. Visitar o local é essencial antes de se fechar o negócio.

Como muitas das casas alugadas estão dentro de condomínios onde é possível encontrar piscinas, quadras esportivas, saunas, salas de ginástica etc, cheque antes com o proprietário se o condomínio autoriza os inquilinos a utilizarem as áreas de lazer. Assim, qualquer frustração é evitada.

Não há dúvidas de que o contrato é o item mais importante ao se alugar um imóvel, ainda que seja de temporada. Como estes imóveis normalmente já estão mobiliados, faça uma lista dos móveis, aparelhos eletro-eletrônicos e utensílios da casa. Coloque tudo no contrato para não haver desentendimento após a ocupação.

Contratos de temporada

Você ganhou um tempinho e agora está pronto para curtir férias, então porque não alugar um imóvel por mais tempo? Com certeza você gastará muito menos do que se optar por uma pousada ou hotel. A demanda pelos contratos por temporada também é bastante grande em grandes centros urbanos, que atraem estudantes e executivos.

Agora que você já está por dentro dos cuidados que deve ter ao procurar um imóvel para alugar nas suas férias, saiba que não existe nenhuma fórmula cem por cento segura para que você não seja vítima dos golpes freqüentemente praticados no mercado. Entretanto, há como minimizar os riscos com simples atitudes.

Atenção aos golpes

Através de buscas pela internet, é possível ter acesso a muitas opções, com fotos do local e telefones para contato. O interessado fecha o negócio pela rede ou por telefone, e até mesmo chega a fazer o depósito de 50% do valor combinado para confirmar a reserva. O problema surge quando ele chega até o local da casa ou da pousada, e o imóvel já está ocupado. Em alguns casos, sequer existe um imóvel no endereço. Trata-se do golpe do aluguel de temporada.

O primeiro cuidado é não fechar nada sem alguma indicação de amigos ou parentes sobre o local. Evite anúncios de jornais e internet. Prefira a recomendação de gente que conhece o lugar ou de corretores de confiança. Se realmente não for possível ter informações do local e você deseja viajar para aquele destino, verifique a regularidade do imóvel no Cartório de Registro de Imóveis.

Confirme se a pessoa com quem você pretende fechar negócio é mesmo a proprietária do imóvel. Os Cartórios de Imóveis são órgãos do Estado que permitem a qualquer um analisar a situação de um bem. São muito importantes não só em casos de aluguel, mas em situações de venda. Imagine que o imóvel poderia estar hipotecado ou penhorado. Você pode estar achando tudo isto um exagero, mas lembre-se que é do seu dinheiro que estamos falando, e sobretudo, do seu merecido descanso de férias. Boa sorte!

Caso esteja interessado em conhecer a BCRealty, podemos fazer todo o tramite imobiliário para que você alugue seu imóvel de fárias da forma mais tranquila possível.

Venha conhecer nossa empresa, estamos a mais de 10 anos no mesmo endereço em Balneário Camboriú, nosso imobiliária conta com clientes bilíngues capazes de atenderem as suas necessidades de aluguel de temporada em Balneário Camboriú, Aluguel Anual em Balneário Camboriú, Camboriú e região e Vendas em todo o território do litoral norte e litoral dos Estados Unidos da América.

 

Corações argelinos agora bate pelo Brasil !

Argelinos agora torcem pela seleção canarinho

 

Depois da derrota de 2 a 1 para a Alemanha, que desclassificou da Copa do Mundo a Seleção da Argélia, o coração dos argelinos bate, pelo Brasil. Pelo menos, é o que garantem alguns turistas argelinos que permanecem em Balneário Camboriú até hoje 02/07/14. Esta foi a primeira vez na história do mundial que o país chega às oitavas de final. E por isso a derrota para os alemães teve, na verdade, um gostinho de vitória.

Segundo um dos argelinos hospedados em Balneário Camboriú, eles queriam muito estarem na final no Rio de Janeiro. Queríamos muito também ganhar esse jogo com a Alemanha, porque ele ocorreu um dia depois da Independência do nosso país, mas já foi uma honra poder jogar contra a Seleção alemã mais uma vez, relembrando a Copa de 1982. Foi um jogo excitante do início ao fim avaliou Nouri El-Mahdi, 44 anos, um dos 236 argelinos que ainda estão hospedados no Hotel Pires.

Segundo ele, desde a vitória sobre a Rússia na quinta-feira passada, alguns torcedores africanos mal dormiam, tamanha a comoção por chegar tão longe no mundial.

Provavelmente, o dia em que os jogadores voltarem para a Argélia, serão recebidos como heróis, que entram para a história — disse.

Para Mahdi, o carinho dos argelinos pelo Brasil é tão grande, que se a Seleção canarinho chegar a perder no meio do caminho, a Copa do Mundo terá acabado para eles.

Vestido com uma camiseta e um agasalho do Inter de Porto Alegre, Ayadi Essaid, 41 anos, nem parecia um turista argelino na recepção do hotel. Encantado com a diversidade cultural do Brasil e com a forma como foi recebido pelo povo brasileiro, disse que leva para o seu país uma imagem bastante diferente da que tinha quando chegou.

Essaid ainda disse que: “Respeitamos muito a cultura e a religião do povo brasileiro. Estou levando daqui uma ótima imagem”, destacou o turista, que é muçulmano, e assim como seus conterrâneos está desde sábado no período do Ramadã, uma consagração, que dura 30 dias, na qual seguidores devem jejuar durante o dia, sem consumir qualquer tipo de comida ou líquido.

Da passagem pelo Brasil, a lembrança de Gramado/RS  ficará na memória, assim como o desejo de voltar ao Litoral Norte catarinense.

-Gramado é uma cidade maravilhosa, que me fez muito lembrar a Suíça. Quero muito voltar ao Brasil para poder conhecer o Rio de Janeiro e voltar a Balneário Camboriú, que tem uma vista belíssima — concluiu Mahdi.

Novas regras para utilização do FGTS

Já estão circulando no DOU as novas regras para utilização do FGTS 

O governo publicou no Diário Oficial da União as novas regras para utilização do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), considerando as diretrizes e metas da segunda etapa do programa Minha Casa, Minha Vida.

As novas regras estabelecem que as operações de financiamento para habitação popular serão destinadas à população com renda familiar mensal bruta limitada a R$ 3,9 mil, valor que pode ser elevado a até R$ 5,4 mil nos casos de imóveis localizados em regiões metropolitanas ou equivalentes, municípios-sede de capitais estaduais ou com população igual ou superior a 250 mil habitantes.

Já a taxa de juro nas operações de crédito para habitação popular fica fixada em 6% ao ano. Nos casos em que o mutuário final for entidade do setor público e nos financiamentos para pessoas com renda familiar mensal até R$ 2,79 mil ou na faixa entre R$ 2,79 mil e R$ 3,1 mil será aplicada a exceção de taxa de 5% ao ano.

A publicação afirma ainda que as famílias com renda até R$ 3,1 mil poderão ser beneficiadas com descontos. O governo destinará R$ 5,5 bilhões para concessão de descontos aos financiamentos a pessoas físicas, sendo 4 bilhões voltados a produção ou aquisição de, no mínimo, 150 mil imóveis novos integrantes do Minha Casa, Minha Vida.

A segunda fase do programa habitacional do governo será lançada nesta quinta-feira pela presidente Dilma Rousseff, mais de um ano após ter sido anunciada.

O plano original do Minha Casa, Minha Vida 2, estima subsídios do governo federal de R$ 71,7 bilhões, sendo R$ 62,2 bilhões do Orçamento e R$ 9,5 bilhões sob a forma de financiamentos.

Do total de 2 milhões de novas moradias, três quintos seriam destinadas a famílias com renda de até três salários mínimos.

9º destino mais visitado do país.

♥Pesquisa aponta Balneário Camboriú como o nono destino mais visitado so BRASIL♥

 

 

Depois de 39 mil entrevistas em 27 locais diferentes, o Estudo de Demanda do Turismo Internacional no Brasil, realizado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE), a pedido do Ministério do Turismo, foi publicado nesta semana e traz uma boa notícia para Balneário Camboriú. O resultado apontou o município como o 9º destino mais visitado do país, com a recepção de 1,9% do total de turistas estrangeiros no ano de 2010, ficando à frente de cidades como Porto Alegre, Fortaleza, Angra dos Reis, Vitória, Brasília e Parati.

“É uma alegria muito grande ver o resultado de um trabalho coletivo, de muito esforço de nossa gente e do Poder Público Municipal. Temos uma natureza exuberante, mas estamos trabalhando para atender cada vez melhor os turistas, investindo em infraestrutura, saúde, educação, segurança, e todo esse esforço se reflete naquilo que é oferecido aos visitantes”, comemora o prefeito Edson Piriquito.

O Estado de Santa Catarina também se destacou, mais uma vez, na pesquisa da FIPE. É o segundo da Federação mais procurado pelos estrangeiros que buscam lazer. Perde apenas para o Rio de Janeiro. E, quando o assunto é o maior número de visitantes, o Estado fica na terceira colocação, atrás de São Paulo (1º) e Rio de Janeiro (2º).

Os destinos que oferecem praia e sol foram os mais citados na pesquisa, com 60,2% da preferência. Na sequência, o que os visitantes querem é apreciar a natureza, a aventura e o ecoturismo (26,4%). Para o secretário de Turismo, Carlos Humberto Silva, os resultados favoráveis para Santa Catarina, Balneário Camboriú e Bombinhas (que está na 12ª colocação entre os mais visitados), revela que, além de ter cenários encantadores, estrutura diferenciada e atividades diversas para o turista, o turismo é levado com muita seriedade. “O trabalho em prol do turismo deve ser sempre pensado a médio e longo prazo, e trabalhamos muito para que possamos manter e melhorar esses índices,” afirma ele.

Para o diretor da Sectur, Ademar Schneider, é preciso estar focado na indústria do turismo. “Não apenas a secretaria, a Administração Municipal, o trade de maneira geral está trabalhando voltado para essa realidade, pois, nosso município tem essa vocação. Temos localização privilegiada, infraestrutura, atrativos turísticos, gastronomia, e muitos outros fatores que são ingredientes fundamentais para o turismo. Balneário Camboriú é referência em todos esses itens”, complementa.

Para quem se interessar em conhecer a cidade o site: http://alugueltemporadabalneariocamboriu.com/ oferece diversas opções de hospedagem.

 

Justiça libera construção do maior edifício do país.

Liberada as obras do Infinity Coast em Balneário Camboriú.

 

 infinity coast

Projeto da FG Empreendimentos que terá 240 metros de altura  é anunciado como o maior edifício do Brasil. Em maio, uma decisão da Vara da Fazenda Pública de Balneário havia determinado a paralisação das obras atendendo a um pedido do Ministério Público de Santa Catarina. Uma ação movida pela promotoria questionava a distância entre a obra e o Canal do Marambaia e pedia a demolição de parte da estrutura.

A direção da empresa entregou a Licença Ambiental de Instalação (LAI) à Justiça e recebeu autorização para retomar os trabalhos na sexta-feira, em documento assinado pela juíza Adriana Lisbôa.

A previsão de conclusão das obras do Infinity Coast é 2017. O prédio residencial terá 66 andares e,  o projeto prevê infraestrutura de resort nunca vista em empreendimentos residenciais no país,do alto,vista para Balneário Camboriú, Itajaí e Itapema.

Na fundação estão sendo utilizados mais de 11 mil metros cúbicos de concreto, o equivalente a aproximadamente 1,4 mil caminhões betoneiras, sendo que um dos blocos levará cinco dias seguidos para realizar a concretagem.
Para fins de comparação, o material que estará debaixo da terra e será usado nos blocos e fundação, equivale a um edifício de 30 andares. Outro número impressionante é que serão utilizadas mais de 3,5 mil toneladas de aço no empreendimento. O projeto estrutural passou por acompanhamento de uma empresa inglesa, um dos maiores escritórios do mundo em projetos desse porte.
Todo o planejamento dessa obra segue os preceitos do tripé de responsabilidades da FG Empreendimentos, entre eles responsabilidade ambiental, responsabilidade social e responsabilidade econômica (gerar benefícios econômicos não apenas para a empresa, mas para comunidades, clientes, fornecedores e pessoas que se relacionam com ela). A previsão de entrega do prédio é de cinco anos.
Em documento, o The Skyscraper Center destaca uma lista dos maiores arranha-céus do mundo, com o Infinity Coast figurando como o maior da América do Sul. Em termos de Brasil, o documento lista 54 prédios, de 111 a 240 metros. O Infinity Coast aparece em primeiro lugar também. É 58 metros maior do que o segundo colocado, construído em João Pessoa (PB). No ranking geral estão 10 prédios de Balneário Camboriú, três deles (incluindo o Infinity Coast) são da FG. A pesquisa pode ser visualidade em http://www.ctbuh.org/, no link The Skyscraper Center.

Raio-X do projeto do Infinity Coast

Quantidade de andares: 66

Altura: 240 metros

Localização: Pontal Norte

Valor de venda estimado: De R$ 1,8 milhão a R$ 7 milhões

Apartamentos por andar: 2 com 3 suítes cada